Dengue


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Ex-Jogador do Náutico, Internacional e Criciúma Foi Preso Por Receptação Ilegal de Mercadorias

O jogador Alisson Veloso Ricardo, de 26 anos, ex-Náutico e Internacional, foi detido no início da noite desta sexta-feira (24) pela Polícia Civil de Três Corações (MG) por receptação ilegal de mercadorias. Segundo o delegado Cristiano Almeida, o jogador e um policial militar, que é parente do atleta, foram detidos após serem flagrados com materiais de construção que foram saqueados de um caminhão que tombou na Rodovia Fernão Dias durante esta semana. Um outro familiar do jogador também foi conduzido para a delegacia.

(Correção: ao ser publicada, esta reportagem errou ao informar que o jogador detido pela polícia seria o atacante Ualisson Pikachu, do Boa Esporte. A informação havia sido confirmada ao G1 anteriormente de forma equivocada pela Polícia Civil, que fez a prisão. Ainda conforme informações apuradas no local, o jogador Alisson estava em fase de testes para integrar o elenco do Boa Esporte, mas ainda não havia assinado contrato. A informação foi corrigida às 23h40.)

Ainda conforme o delegado, o material foi levado para uma casa do jogador que está em construção, em Três Corações. Lá foram encontradas 34 caixas de materiais de alumínio. O jogador e o policial militar foram detidos e levados para a delegacia da cidade. Eles foram liberados depois de pagar fiança estipulada em cinco salários mínimos para cada um.

O defensor Alisson tem passagens pelo Internacional, Caxias e Criciúma. Seu último clube foi o Náutico.

Rede americana Johnny Rockets investirá R$ 2,2 milhões em sua Primeira Loja em Goiás

As redes sociais oficiais do Governo de Goiás acabam de informar que a rede americana de lanchonetes Johnny Rockets anunciou investimento de US$ 750 mil na abertura de sua primeira loja em Goiás. A previsão é de que a unidade seja inaugurada até outubro deste ano em um shopping da capital.





O Estado integra o portfólio de investimentos da empresa neste ano. A rede, criada em 1986 em Los Angeles, Estado da Califórnia, é conhecida nos Estados Unidos por oferecer jukebox individual, pelo clima animado entre os garçons, que em algumas ocasiões dançam ao som de Elvis Presley e companhia, e pelas opções de milkshakes.

Jornal Inglês Daily Mail Denuncia Esquema Bilionário do Qatar Para Copa de 2022. Compra do PSG Entrou na Negociação

O jornal inglês Daily Mail publicou uma reportagem denunciando um possível esquema de propina envolvendo o Presidente da UEFA o francês Michel Plantini na escolha do Qatar como sede da Copa do Mundo de 2022.

Segundo a reportagem publicada pelo jornalista Nick Harris, o Qatar teria gasto a bagatela de 14 Bilhões de Libras, cerca de R$ 65 bilhões para que o francês desse o seu apoio àquele país.

No total o valor desembolsado por aquele país chegou à espetaculares 17,2 bilhões de libras.

Segundo a reportagem neste valor estariam englobados – a compra do PSG, pedidos de aviões da Airbus, Direitos de TV do Campeonato Francês, um encontro do Sheikh Tamim o Emir do Qatar com o Presidente Francês Nicolas Sarkozy em novembro de 2010, entre outros itens.
Michel Platini - Presidente da UEFA

O Ex-Presidente da CBF Ricardo Teixeira também foi alvo da reportagem. O brasileiro teria ganho uma propina de 6,7 milhões de libras, aproximadamente R$ 30 milhões, através de um patrocínio no amistoso Brasil e Argentina realizado em 2010.

Além de Teixeira a reportagem aponta também outros beneficiários do esquema – Nicolás Leoz (Presidente da Conmebol) 1,33 bilhões de libras, Worawi Makudi (Membro do Comitê Executivo da FIFA) 1,23 bilhões de libras, Angel Maria Villar Llona (Presidente da Federação Espanhola, Vice-Presidente da FIFA e Vice-Presidente da UEFA) 150 milhões de libras, Julio Grondona (Ex-Presidente da AFA) 59 milhões de libras.







Sport Decepciona Novamente e Está Fora das Finais do Pernambucano

Técnico Eduardo Baptista
O Sport está fora das finais do Pernambucano 2015. O atual campeão não conseguiu reverter a vantagem obtida pelo Salgueiro e está eliminado.

Precisando vencer por vantagem de 2 gols, o time chegou a abrir o placar com gol de Diego Souza porém sofreu o empate nos minutos finais e agora vai se contentar com a disputa de 3º lugar contra o Central em 2 jogos. O confronto com o time de Caruaru vale uma vaga para a Copa do Nordeste 2016.

Com a eliminação sobrou para o técnico Eduardo Baptista. Depois da eliminação recente para o Bahia na Copa do Nordeste o trabalho do atual comandante está sendo questionado pela torcida. Ontem as substituições de Diego Souza e Régis provocaram a ira do torcedor.

Apesar da pressão a diretoria do Leão garante que Eduardo está mantido no cargo e reforços serão contratados. O atacante Hernane Brocador deve ser anunciado oficialmente esta semana.

Além de Eduardo, os torcedores estão na birra com Danilo, Vitor, Felipe Azevedo. Estes 2 últimos terão os seus contratos vencendo em breve e provavelmente não terão os seus vínculos renovados. Felipe Azevedo está muito próximo de acertar com a Ponte Preta.

Dengue Bate Recordes no Estado de São Paulo

A dengue virou uma epidemia sem controle no Estado de São Paulo. 

Foram registrados este ano 222.044 casos até o dia 22 de abril. 

Para se ter uma noção do quanto o aumento foi significativo em 2015, no ano inteiro de 2014 foram 204.236 confirmações.

As cidades mais atingidas em número de infectados são São Paulo, Campinas, Sumaré, Sorocaba e Catanduva.

Outro número que impressiona são os mortos. Este ano já foram confirmadas 125 mortes por dengue. E outros 90 casos de óbitos suspeitos estão sendo investigados através de exames de laboratório.

Técnicos avaliam que um dos motivos para a alta do número de casos seria a presença do vírus tipo 1 da dengue, aliado à baixa imunidade da população a este sorotipo.

Mais Um Escândalo do PT de Lula e Dilma: O Caso da Cerveja Itaipava

O grupo Petrópolis, detentor da cerveja Itaipava, fez uma doação de R$ 17 milhões de reais para campanha de Dilma Rousseff em 2014, depois de conseguir empréstimo do banco do Nordeste na ordem de R$ 830 milhões de reais, sem garantia bancária exigida pela própria instituição.

O proprietário da Cervejaria Petrópolis (Itaipava) é Walter Faria. Em 2005 Walter Faria, tinham nome sujo na praça – e uma extensa ficha policial. Deviam R$ 400 milhões à Receita, em impostos atrasados e multas por usar laranjas, além de notas fiscais. Em 2005, Faria fora preso pela Polícia Federal, acusado de sonegação fiscal. Ficou dez dias na carceragem da PF. Três anos depois, em outra operação da PF, Faria acabou denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção ativa, formação de quadrilha e por denúncias caluniosas. Segundo as investigações, Faria armara um esquema para retaliar os fiscais da Receita que haviam autuado sua cervejaria anos antes. Iria difamá-los. Contratara para o serviço ninguém menos que o operador do mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza. A PF encontrou R$ 1 milhão na sede da Itaipava em São Paulo – dinheiro que, segundo a acusação, serviria para pagar chantagistas. Valério foi preso.

Diante dessa ficha, qual banco toparia emprestar dinheiro para Faria e suas empresas? O Banco do Nordeste, administrado pelo PT emprestou.

Desde que o PT chegou ao poder, em 2003, o Banco Nordeste, custeado com R$ 13 bilhões em dinheiro público, vem sendo aparelhado pelo partido.

No segundo mandato de Lula, Faria, segundo fontes do PT e no BNB, tornou-se próximo dos líderes do partido, como o ex-presidente da República e o tesoureiro informal da legenda, João Vaccari. E manteve essas boas relações.

Em 2013, Walter Faria conseguiu obter do Banco do Nordeste um empréstimo de R$ 375 milhões para construir a fábrica na Bahia.

O banco do Nordeste exigiu uma garantia conhecida como carta-fiança bancária, em que outro banco garante cobrir o valor devido em caso de calote.

Em abril de 2014, conseguiu outro financiamento no valor de R$ 452 milhões, que serviria para construir outra fábrica da Itaipava, em Pernambuco.

No total, portanto, Walter Faria obteve quase R$ 830 milhões de financiamento do Banco do Nordeste. Cada empréstimo tinha como principal garantia uma carta-fiança bancária.

Durante as tratativas, Faria reclamava. Dizia que perderia muito dinheiro com a carta-fiança bancária. Mas capitulou.

Faria teria juros baixos, 11 anos para pagar e dois anos de carência para começar a devolver o dinheiro.

Em conversas com os diretores do BNB, no entanto, Faria não desistia de rever a garantia da carta-fiança. Queria porque queria que o banco abdicasse dela, topando ter como principal garantia as fábricas construídas com o dinheiro emprestado.

Faria dizia, nesses encontros, que a exigência da fiança lhe custava o equivalente a 2% do valor dos empréstimos – o equivalente a quase R$ 17 milhões ao ano. Para o BNB, era um pedido aparentemente impossível de atender, como seria para qualquer banco privado. Ainda mais porque, pelo contrato de empréstimo, os juros eram pré-fixados. Ou seja: o BNB não poderia compensar a garantia pior com um aumento nos juros do empréstimo. Segundo as regras do Banco Central e três especialistas de três grandes bancos, se o BNB aceitasse as condições de Faria, teria de rebaixar internamente a classificação de qualidade do empréstimo. Essa medida é obrigatória e forçaria o BNB a reservar dinheiro próprio para pagar ao menos parte da dívida de Faria, caso ele desse calote. No jargão do mercado, isso se chama “provisionamento”. Nenhum banco toparia fazer isso. É um péssimo negócio. “Nunca vi alguém aceitar algo parecido”, diz um economista que trabalha com esse tipo de operação para um grande banco brasileiro.

Mas o impossível é sempre uma possibilidade na política brasileira. Ainda em abril de 2014, Ary Lanzarin, o presidente que tentava moralizar o BNB, deixou o cargo. O PT pressionava para voltar ao comando absoluto do banco. A presidente Dilma Rousseff aceitou. As diretorias do BNB foram entregues novamente a afilhados de políticos petistas.

Meses depois, no auge da campanha à reeleição de Dilma e dos esforços de arrecadação dos petistas, Faria conseguiu o impossível. No dia 10 de setembro, protocolou o pedido de dispensa da fiança do empréstimo da fábrica na Bahia. Uma semana depois, o pedido foi analisado – numa velocidade espantosa para os padrões de um banco tão lento e burocrático quanto o BNB. Num intervalo de pouco mais de 24 horas, o pedido passou por cinco instâncias do BNB e foi aprovado pelo Conselho de Administração do banco, segundo os documentos obtidos. Estava no papel: o BNB aceitara, em tempo recorde, abdicar de uma garantia 100% segura por outras mequetrefes, se comparadas à carta-fiança. De quebra, teve de reservar R$ 3,6 milhões no balanço – o tal “provisionamento” – para cobrir o mau negócio que fechara.

No dia 29 de setembro, apenas 12 dias após seu Grupo Petrópolis obter o impossível no BNB, Faria depositou R$ 5 milhões na conta da campanha de Dilma. Até o dia 3 de outubro, a campanha dela receberia outros R$ 12,5 milhões. No total, Faria doou R$ 17,5 milhões. Tornou-se, assim, o quarto maior doador da campanha da presidente. É aproximadamente esse valor que Faria gastaria com as fianças anuais dos dois empréstimos.

Marta Suplicy: "O PT Traiu os Brasileiros"

A ex-ministra, ex-prefeita de São Paulo e senadora anuncia sua saída do partido que ajudou a construir e diz que a cúpula petista não tem mais outro projeto senão o de se manter no poder. Em entrevista a Revista Veja, Marta detonou o PT.

"Marta Suplicy: O PT se distanciou dos seus princípios éticos, das suas bases e de seus ideais" (Luiz Maximiano/VEJA)

Marta Suplicy foi deputada, prefeita de São Paulo, ministra do Turismo, da Cultura e atualmente cumpre mandato de senadora. Sempre pelo PT, partido em que milita desde o início da década de 80. Trinta e cinco anos, de muitas vitórias e algumas derrotas, um mensalão e um petrolão depois, que descreve como uma "avalanche de corrupção", ela decidiu deixar a legenda a que dedicou metade de sua vida. Marta tem convite de quase todos os partidos políticos do Brasil, mas se inclina mais para o PSB de Eduardo Campos, o candidato morto em um desastre de avião na campanha presidencial do ano passado. Enquanto desenhava estrelinhas em uma folha de papel, Marta falou a VEJA de seus motivos para romper com o PT e de seu "projeto de nação".

A senhora saiu do PT ou o PT a deixou antes? Tenho muito orgulho de ter ajudado a fundar o PT. Acreditei, me envolvi, trabalhei décadas, com dedicação total. Saio do PT porque, simplesmente, não é o partido que ajudei a criar. O PT se distanciou dos seus princípios éticos, das suas bases e de seus ideais. Dessa forma traiu milhões de eleitores e simpatizantes. Eu sou mais uma entre as pessoas que se decepcionaram com o PT e não enxergam a possibilidade de o partido retomar sua essência. Respondendo a sua pergunta, estou segura de que meus princípios nunca mudaram, são os mesmos da fundação do PT, os mesmos com os quais criei os meus três filhos. Agora tenho um desafio, o desafio do novo. Quero ter um projeto para o meu país. Um projeto em que acredite. É isso que eu vou buscar.

O que mais pesou na sua decisão? O componente ético é muito forte. A decepção foi tremenda. Não foi fácil ver os integrantes da cúpula do partido na prisão. Discordo da maneira pública pela qual eles foram julgados e sentenciados. O processo judicial pode ter sido perfeito, mas a humilhação pública que eles sofreram não se justifica. Por essa razão eu não me manifestei durante o julgamento do mensalão. Mas senti que havia um profundo distanciamento do que nós, petistas, queríamos para o Brasil. Reconheço o muito que já se fez em termos de diminuição da pobreza e do aumento da mobilidade social. Mas eu percebo também que a cúpula se fechou e, cercada por interesses corporativistas de certos movimentos sociais e sindicalistas, trabalha apenas para se manter no poder. O PT não tem mais projeto para o Brasil. Se não recuperar seus princípios éticos, da fundação, não voltar às suas bases, se ficar só no corporativismo, o PT vai virar uma pequena agremiação. Teria chance se fosse no caminho oposto, mantendo sua base social, mas incorporando uma classe média que ele mesmo ajudou a criar. Mas, se você perguntar se o PT fará o que é preciso para se salvar, minha é resposta é não.

Houve uma gota d'água? A escolha do Fernando Haddad para ser candidato à prefeitura de São Paulo, em 2012, foi muito difícil para mim. Mas respirei fundo e fiz campanha para ele. Sei que minha participação foi fundamental para a vitória do Haddad. Antes já tinha sido praticamente abandonada na minha eleição para o Senado. Ganhei com enorme dificuldade. O PT fez campanha muito mais forte para o candidato Netinho do que para mim. Então comecei a pensar no que estava fazendo no PT. Em 2014, meu nome nem foi cogitado para a corrida ao governo de São Paulo, embora eu tivesse 30% das intenções de voto. Aí vem essa avalanche de corrupção. Engoli muita coisa na política. Mas, quando vi que estava em um partido que não tem mais nada a ver comigo, que não luta pelas bandeiras pelas quais eu me bati e que ainda me tolhe as possibilidades - e eu sei que sou boa -, a decisão de sair ficou fácil.

A senhora não viu os sinais da "avalanche de corrupção" no PT? Não, porque eu nunca participei disso. Não tinha a mais leve ideia. Como a maioria dos petistas não tinha também. Se você não estava ali naquela meia dúzia, você não sabia.

Quando ficou evidente sua saída, a máquina de destruição de reputações do partido começou a agir com a acusação de que a senhora, uma aristocrata, nunca foi realmente do PT. Isso magoa?Essas pessoas nunca estiveram na minha pele. Dei ao PT uma cara de classe média palatável. Isso abriu outro horizonte, com a adesão de uma classe média que não se identificava com o sindicalismo. Se não posso dizer que a inventei, tenho certeza de que contribuí muito para a modernidade do PT. Esse tipo de crítica não me afeta.

A senhora teve um papel de destaque no "Volta, Lula", movimento para afastar Dilma e lançar como candidato o ex-presidente. Por quê? Eu tinha certeza de que, se a Dilma vencesse, teria um segundo mandato muito difícil, como está sendo efetivamente. Achava que com o Lula teríamos condição de rever com clareza os erros cometidos e, assim, reunir força política para tirar o Brasil daquela situação. A maioria dos deputados e dos senadores preferia a candidatura do Lula pelas mesmas razões que as minhas. Eles só foram mais cuidadosos.

Para ler a continuação dessa reportagem compre a edição desta semana de VEJA no tablet, no iPhone ou nas bancas. 

Lava Jato Investiga Dinheiro de Propina Para Site Brasil 247




Empresa do lobista Milton Pascowitch investigada na Lava Jato fez pagamentos à editora que mantém o site Brasil 247

Leonardo Attuch: na lista de pagamentos de um dos operadores do petrolão(Reprodução/Facebook)

O Ministério Público identificou quatro pagamentos, de 30 000 reais cada um, das contas de uma empresa do lobista Milton Pascowitch para a editora 247, que mantém na internet o site Brasil 247. Os pagamentos foram feitos no segundo semestre do ano passado, em 15 de setembro, 10 de outubro, 11 de novembro e 10 de dezembro, e aparecem na quebra de sigilo da Jamp, empresa de Pascowitch investigada na Operação Lava Jato.

O documento da quebra de sigilo mostra que os valores saíram de uma conta da Jamp no banco Itaú (agência 4005, conta 02233-2) para a conta da editora 247, no Bradesco (agência 6621, conta 140400-8).

Um dos donos da editora 247, segundo documentos na Junta Comercial, é o jornalista Leonardo Attuch, cujo nome já apareceu em uma das anotações do doleiro Alberto Youssef, com beneficiário de seis pagamentos de 40 000 reais.

O Ministério Público investiga a Jamp, uma empresa de fachada criada com a finalidade de lavar dinheiro e que, suspeita-se, tenha servido para repassar dinheiro do esquema da Petrobras para os blogs de mercenários a soldo do governo e do PT.

Em seu depoimento, o vice-presidente da Engevix, Gerson Almada, declarou à Justiça que Milton Pascowitch foi contratado para fazer lobby junto à diretoria de Serviços da Petrobras e ao PT. O dinheiro da propina passava por ele e chegava até Pedro Barusco, que o repassava a Renato Duque. No Partido dos Trabalhadores, segundo as investigações, o dinheiro da propina pode ter chegado por meio da JD Consultoria, empresa do mensaleiro José Dirceu. Ao todo, a Engevix pagou cerca de 8 milhões de reais em propina. Com a palavra a presidente Dilma, a quem se pergunta: Por que, senhora presidente, donos de blogs governistas e a soldo do seu partido foram beneficiários de dinheiro de propina?

Reportagem Revista Veja

Itaipava Contratou e Patrocinou Lula Para Promover Venda da Cerveja

O Grupo Petrópolis, contratou o ex-presidente Lula para fazer uma palestra motivacional para força de vendas da Cerveja Itaipava. A palestra aconteceu na unidade de Itapissuma (PE), na Zona Norte do Grande Recife.


o ex-presidente fez uma palestra de uma hora, embolsando um cachê de R$ 300 mil. Lula já fez uma palestra semelhante na Bahia, em novembro de 2013, quando o grupo inaugurou a unidade de Alagoinhas, a 100 quilômetros de Salvador.


A contratação de Lula Pela Itaipava gerou protestos de consumidores pelas redes sociais que prometem deixar de comprar a cerveja pelo fato dela estar patrocinando o ex-presidente Lula.


 O dono da Cervejaria Petrópolis, Walter Faria, é amigo do ex-presidente Lula e foi preso em 2005 na Operação Cevada da Polícia Federal. Além dele foram presos, representantes de distribuidoras de bebidas e servidores públicos.

De acordo com Polícia Federal o Dono da Itaipava foi preso sob acusação de sonegação fiscal e formação de quadrilha. 

Walter Faria era proprietário de um rede de distribuidores da Schincariol até que, em 1998, comprou a Cervejaria Petrópolis, que fabrica a Itaipava. No ano seguinte, adquiriu a Crystal, uma cervejaria artesanal localizada em Boituva. 

Na "Operação Cevada", megaoperação conjunta da Receita Federal e da Polícia Federal, foram presos ainda os donos, diretores e advogados da Schincariol, segunda maior cervejaria do Brasil na época, e outras 60 pessoas em 12 estados, envolvidas no que foi divulgado como sendo o maior esquema de combate a corrupção. 

A cervejaria Petrópolis se tornou uma das maiores do país durante os 12 anos do do governo comando pelo PT de Lula.


Grupo Petrópolis Fez doação de 17 milhões Para Campanha de Dilma Depois de conseguir Financiamento Sem Garantia Bancaria de 830 Milhões.

Segundo reportagem da Revista Época, Walter Faria e seu Grupo Petrópolis, que controla a Itaipava, tinham nome sujo na praça – e uma extensa ficha policial. Deviam R$ 400 milhões à Receita, em impostos atrasados e multas por usar laranjas, além de notas fiscais. Em 2005, Faria fora preso pela Polícia Federal, acusado de sonegação fiscal. Ficou dez dias na carceragem da PF. Três anos depois, em outra operação da PF, Faria acabou denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção ativa, formação de quadrilha e por denúncias caluniosas. Segundo as investigações, Faria armara um esquema para retaliar os fiscais da Receita que haviam autuado sua cervejaria anos antes. Iria difamá-los. Contratara para o serviço ninguém menos que o operador do mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza. A PF encontrou R$ 1 milhão na sede da Itaipava em São Paulo – dinheiro que, segundo a acusação, serviria para pagar chantagistas. Valério foi preso. Mas Faria perseverou.

Diante dessa ficha, qual banco toparia emprestar dinheiro para Faria e suas empresas? O Banco do Nordeste, o BNB, criado no governo de Getúlio Vargas para ajudar no desenvolvimento econômico da região – mas que, desde então, é usado com alarmante frequência para ajudar no desenvolvimento econômico dos políticos que mandam nele. Desde que o PT chegou ao poder, em 2003, o BNB, custeado com R$ 13 bilhões em dinheiro público, vem sendo aparelhado pelo partido. As previsíveis consequências transcorreram com regularidade desde então. Escândalos, escândalos e mais escândalos. O último deles, em 2012,  após a PF entrar no caso – e deflagrou uma cascata de investigações dos órgãos oficiais, como a Receita, o Tribunal de Contas da União e o MP. Apesar disso, o aparelhamento petista no BNB perseverou, como Faria perseverara. Ambos perseveraram porque partidos como o PT precisam de empresários como Walter Faria, e empresários como Walter Faria precisam de partidos como o PT.

No segundo mandato de Lula, Faria, segundo fontes do PT e no BNB, tornou-se próximo dos líderes do partido, como o ex-presidente da República e o tesoureiro informal da legenda, João Vaccari. E manteve essas boas relações. Pelas leis da política, a história que se narra a seguir – fundamentada em documentos internos do BNB, relatórios do TCU e entrevistas com os envolvidos – era inevitável. Ainda no começo de 2013, Faria conseguiu obter do BNB um empréstimo de R$ 375 milhões para construir a fábrica na Bahia. Naquele momento, a nova cúpula do BNB, sob o trauma recente do escândalo que derrubara a diretoria anterior, relutava em fazer negócio com Faria. O então presidente do banco, Ary Joel Lanzarin, fez questão de que Faria apresentasse garantias sólidas para o empréstimo. Exigiu uma garantia conhecida como carta-fiança, em que outro banco garante cobrir o valor devido em caso de calote. Para quem empresta, como o BNB, é um ótimo negócio – praticamente zera o risco de calote. Para quem recebe o dinheiro, nem tanto. Uma carta-fiança tem um custo anual, que varia entre 0,5% e 3% do total do empréstimo.

Durante as tratativas, Faria reclamava. Dizia que perderia muito dinheiro com a carta-fiança. Mas capitulou. Ao fim, obteve dois empréstimos, ambos sob as mesmas condições. O de R$ 375 milhões seria destinado à construção da fábrica em Alagoinhas. Outro, fechado depois, em abril de 2014, no valor de R$ 452 milhões, serviria para construir outra fábrica da Itaipava, em Pernambuco. No total, portanto, Faria obteve quase R$ 830 milhões do BNB. Cada empréstimo tinha como principal garantia uma carta-fiança, que cobria integralmente o valor emprestado pelo BNB. Faria teria juros baixos, 11 anos para pagar e dois anos de carência para começar a devolver o dinheiro. Os técnicos do BNB classificaram a operação como segura, em virtude da carta-fiança.
Em conversas com os diretores do BNB, no entanto, Faria não desistia de rever a garantia da carta-fiança. Queria porque queria que o banco abdicasse dela, topando ter como principal garantia as fábricas construídas com o dinheiro emprestado. Faria dizia, nesses encontros, que a exigência da fiança lhe custava o equivalente a 2% do valor dos empréstimos – o equivalente a quase R$ 17 milhões ao ano. Para o BNB, era um pedido aparentemente impossível de atender, como seria para qualquer banco privado. Ainda mais porque, pelo contrato de empréstimo, os juros eram pré-fixados. Ou seja: o BNB não poderia compensar a garantia pior com um aumento nos juros do empréstimo. Segundo as regras do Banco Central e três especialistas de três grandes bancos, se o BNB aceitasse as condições de Faria, teria de rebaixar internamente a classificação de qualidade do empréstimo. Essa medida é obrigatória e forçaria o BNB a reservar dinheiro próprio para pagar ao menos parte da dívida de Faria, caso ele desse calote. No jargão do mercado, isso se chama “provisionamento”. Nenhum banco toparia fazer isso. É um péssimo negócio. “Nunca vi alguém aceitar algo parecido”, diz um economista que trabalha com esse tipo de operação para um grande banco brasileiro.

Mas o impossível é sempre uma possibilidade na política brasileira. Ainda em abril de 2014, Ary Lanzarin, o presidente que tentava moralizar o BNB, deixou o cargo. O PT pressionava para voltar ao comando absoluto do banco. A presidente Dilma Rousseff aceitou. As diretorias do BNB foram entregues novamente a afilhados de políticos petistas, como o ministro da Defesa, Jaques Wagner. r preferiu não comentar o assunto. O jogo mudara.

Meses depois, no auge da campanha à reeleição de Dilma e dos esforços de arrecadação dos petistas, Faria conseguiu o impossível. No dia 10 de setembro, protocolou o pedido de dispensa da fiança do empréstimo da fábrica na Bahia. Uma semana depois, o pedido foi analisado – numa velocidade espantosa para os padrões de um banco tão lento e burocrático quanto o BNB. Num intervalo de pouco mais de 24 horas, o pedido passou por cinco instâncias do BNB e foi aprovado pelo Conselho de Administração do banco, segundo os documentos obtidos. Estava no papel: o BNB aceitara, em tempo recorde, abdicar de uma garantia 100% segura por outras mequetrefes, se comparadas à carta-fiança. De quebra, teve de reservar R$ 3,6 milhões no balanço – o tal “provisionamento” – para cobrir o mau negócio que fechara.

Alguns técnicos do banco não gostaram da solução encontrada. Para demonstrar insatisfação, deixaram claro que a dispensa da fiança não seria inócua para o BNB. Em um documento interno, funcionários afirmaram: “O nível de risco atualmente corresponde a 8,75 (AA), quando considerada a fiança bancária. Quando considerada a garantia hipotecária do complexo industrial, passa a ser 6,05 (B)” (leia abaixo). Fica claro que a substituição da fiança só interessava mesmo a Faria. A decisão do BNB também contrariou frontalmente uma das principais cláusulas que permitiram a assinatura do contrato: “Outras instituições financeiras de primeira linha estarão comprometidas com o projeto durante o prazo de 11 anos, visto que a fiança que comporá a garantia da operação terá vigência por todo o período do financiamento”.

No dia 29 de setembro, apenas 12 dias após seu Grupo Petrópolis obter o impossível no BNB, Faria depositou R$ 5 milhões na conta da campanha de Dilma. Até o dia 3 de outubro, a campanha dela receberia outros R$ 12,5 milhões. No total, Faria doou R$ 17,5 milhões. Tornou-se, assim, o quarto maior doador da campanha da presidente. É aproximadamente esse valor que Faria gastaria com as fianças anuais dos dois empréstimos. O pedido para que o segundo empréstimo, o da fábrica em Pernambuco, também seja dispensado da carta-fiança será feito em breve. Segundo fontes na cúpula do BNB, está encaminhado para ser aprovado. 

Procurado, o Grupo Petrópolis afirmou, por meio de nota, que a dispensa da fiança gerou economia para a empresa, mas não disse quanto. Afirmou ainda que a fiança foi substituída por outras garantias com “valores até maiores”. Ainda de acordo com a nota, Faria conhece Vaccari, mas negou ter pedido ajuda a ele ou a qualquer pessoa para que a fiança usada no empréstimo do BNB fosse dispensada. Disse, ainda, que todas as doações à campanha da presidente Dilma cumpriram as regras eleitorais. Também por meio de nota, Vaccari disse jamais ter tratado do interesse de qualquer empresa com o BNB. O presidente do BNB, Nelson de Souza, afirmou que a substituição da fiança está prevista nas regras do banco e que nunca esteve com o empresário Walter Faria. Disse, no entanto, que o empresário já esteve com dirigentes do banco para tratar assuntos do interesse dele.

Empreiteiro Arrasta Lula Para o Meio do Escândalo

Três pedaços da bomba atômica de VEJA deste fim de semana já vazaram.

1) Induzido por Lula, o empreiteiro Léo Pinheiro, presidente da OAS, mandou reformar o sítio que está em nome de um sócio do filho Lulinha, mas que Lula diz ser seu.

2) Léo Pinheiro recebeu de um emissário de Lula a missão de arranjar serviço e dinheiro para o marido de Rosemary Noronha, a amante de Lula que ameaçava contar tudo que sabia dos esquemas do petista após ser abandonada.

3) Léo Pinheiro conta como Lula virou dono do tríplex no edifício Solaris, no Guarujá (SP), em uma das oito obras assumidas pela OAS depois da quebra em 2006 da Bancoop, então presidida por João Vaccari Neto.

PT Violento: Assessor de Deputada do PT Ameaça Jornalista

O jornalista Cristiano Silva, diretor do Goiás 24 Horas, foi ameaçado, em pleno Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás por um assessor da deputada estadual Adriana Accorsi (PT)



Silvio Eduardo Cavalcante é petista de carteirinha, já ocupou cargos na Prefeitura de Goiânia e atualmente presta serviços como assessor parlamentar da deputada Adriana Accorsi, do PT.


Cristiano aguardava para falar com o deputado Gustavo Sebba, quando Silvio Eduardo Cavalcante, acompanhado pelo jornalista Marcus Vinicius (de camisa verde), foi até ele e começou a agredi-lo.

Uma jornalista que acompanhava Cristiano Silva gravou a cena. O assessor da deputada do PT aproximou-se, apontou o dedo e diz: “Aqui você conversa. Lá fora eu quero ver. Eu te acho, viu. Eu te pego!”. Cristiano ouviu ainda o agressor dizendo, por duas vezes: “Eu te mato. Eu te mato”.

A segurança da Assembleia, ouvindo o tumulto, apareceu imediatamente, o que fez Silvio se afastar de Cristiano.

A agressão foi comunicada à Polícia Civil e à Polícia Legislativa, da Assembleia (o homem que atacou Cristiano pode ser servidor da Casa), com pedido de apuração da identidade do ofensor e sanções legais.

Confira o vídeo:

Novo Tremor Atinge o Nepal e Número de Mortos Passa de 2.000

Um forte tremor secundário de magnitude 6,7 atingiu a área de Katmandu, no Nepal, na madrugada deste domingo, enquanto aviões carregados de suprimentos, médicos e equipes de ajuda de outros países chegavam à região. Ontem, um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o país e estima-se que o número de mortes ultrapasse os 2.000.

"Os tremores secundários continuam, então as pessoas não sabem o que esperar", afirmou Sanjay Karki, chefe da agência de ajuda humanitária Mercy Corps no Nepal. "Todas as áreas abertas de Katmandu estão cheias de pessoas que estão acampando", contou.

Na capital do país, milhares de pessoas foram passar a noite no Tudikhel, um vasto campo aberto perto da cidade velha, onde edifícios históricos estão em ruínas. Os desalojados dormiam em folhas de plástico ou caixas de papelão, abraçados em cobertores.

O terremoto de sábado, de magnitude 7,8, foi o maior a atingir o país em 80 anos. Seu epicentro foi no distrito de Gorkha, cerca de 80 quilômetros a noroeste de Katmandu, de acordo com o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). As estradas para essa região foram bloqueadas por deslizamentos, dificultando o trabalho de equipes de resgate, que estão caminhando pela montanha para chegar às vilas mais remotas.

No centro da capital, Katmandu, vários edifícios desabaram, incluindo templos e minaretes. Entre eles, estava a torre de nove andares conhecida como Dharahara Tower, um dos marcos de Katmandu, construída pelos governantes reais do Nepal e reconhecida pela Unesco como patrimônio histórico.

O terremoto foi tão forte que pôde ser sentido em partes da Índia, Bangladesh, Paquistão e na região do Tibete, na China. Ele também desencadeou uma avalanche no Monte Everest, que atingiu acampamento na base da montanha. Pelo menos 17 pessoas morreram e 61 ficaram feridas como resultado dos deslizamentos, entre eles o executivo do Google Dan Fredinburg.

(Com agências AP e Estadão Conteúdo)

domingo, 26 de abril de 2015

Representantes da Embaixada dos EUA Visitam Goiás; Em Pauta, Oportunidades de Investimentos

 Nat Turner, Felipe Zuluaga e Andrew Duff foram recebidos pelo 
superintendente executivo de Comércio Exterior da SED, William O’Dwyer

O superintendente Executivo de Comércio Exterior William O'Dwyer, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), recebeu equipe técnica da Embaixada dos EUA no Brasil. No encontro, O’Dwyer e integrantes da superintendência fizeram apresentação sobre as oportunidades de investimento no Estado e possibilidades de parcerias com empresas americanas.

Nat Turner, Felipe Zuluaga e Andrew Duff, todos da área econômica da Embaixada, receberam informações sobre logística, investimentos em capacitação profissional, incentivos fiscais, capacidade produtiva e empresas estrangeiras que já investem no Estado, inclusive as que têm sede nos EUA. Entre os pontos apresentados, William O’Dwyer destacou a Plataforma Multimodal que está sendo construída em Anápolis, com o Aeroporto de Cargas, Porto Seco e Ferrovia Norte-Sul. “Teremos o segundo maior aeroporto de cargas do Brasil, com uma pista de mais de três mil metros”, informou o superintendente.

A equipe da SED também aproveitou o encontro para tratar do “Goiás Day”, uma iniciativa comercial que será promovida pelo Governo de Goiás em Nova Iorque. A ideia é reunir experiências de empresas americanas que se instalaram com sucesso no Estado e de empresários goianos que têm alcançado êxito no mercado americano. A previsão é de que o “Goiás Day” seja realizado no mês de setembro.

Fotos: Jayr Inácio

Empresa Australiana Investirá R$ 30 Milhões na Produção de Ouro em Goiás

A empresa australiana Orinoco Gold oficializou hoje um investimento de R$ 30 milhões com a construção de uma indústria na cidade de Faina, Região Noroeste do Estado, que pretende produzir 20 mil onças (640 quilos) de ouro por ano. Diretores do grupo assinaram um protocolo de intenções, com o Governo de Goiás, representado pelo governador Marconi Perillo, que prevê a geração de 140 empregos diretos e indiretos e entrada em operação planta já em dezembro deste ano. A solenidade foi na sala de reunião do 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.



Este é o primeiro investimento da empresa fora da Austrália. Desde 2012, as jazidas de Faina estão em análise pela Orinoco. Nestes últimos três anos, durante a pesquisa e preparação de lavra, foram investidos R$ 20 milhões. O diretor técnico do grupo, Klaus Petersen, disse que estes estudos detectaram a existência de novos alvos de minério na região. “Estão em pesquisa novos depósitos de ouro, cobre e prata, a cerca de 1,5 quilômetro de distância da mina. Podemos anunciar novos investimentos em breve”, afirmou.

O governador Marconi Perillo destacou a importância da realização de novas prospecções de minérios para a economia do Estado. “Com certeza este será um projeto sustentável e duradouro. O mais importante é que além da possibilidade de termos uma mina com boa prospecção, também existem outros projetos a serem examinados. Isso me deixou animado. Como o minério é finito, se temos outras alternativas e outros exames sendo feitos, significa que temos algumas décadas de minérios para serem produzidos e empregos para serem gerados”, afirmou.

Marconi ainda frisou a importância da empresa investir no desenvolvimento social, para amenizar os impactos urbanos do início do processamento do minério. “Um investimento como este atrairá muita gente para a cidade de Faina. As prefeituras estão cada vez mais pobres e os estados, com menos recursos. Faço esse apelo, aqui, que a empresa desenvolva projetos na área social, para colaborar com a prefeitura. Temos problemas na área de saúde, habitação, infraestrutura, na área urbana”, pontuou.

Ele analisou ainda a importância do projeto para o cenário econômico do País e disse que o Estado está pronto para apoiar a empresa em novos investimentos. “Da parte do governo do Estado, estamos aqui para garantir o apoio que vocês precisam para investir mais, mesmo sabendo das limitações de crédito e dificuldades que passam o Brasil e o mundo. Este projeto não vai ser importante apenas para Faina e para a Região da Rodovia do Boi, mas para o Estado e o Brasil”, analisou.

Capacidade

A capacidade de extração da jazida será de 40 mil toneladas de minérios por ano, para serem processados pela nova indústria. A jazida, localizada a 30 quilômetros da futura instalação industrial, já foi explorada pela mineradora Sertão, entre 2004 e 2007. A expectativa é de que a maior parte da produção seja exportada. Goiás é hoje o terceiro maior produtor de ouro do País, segundo dados do Instituto Mauro Borges (IMB), só perdendo para Minas Gerais e Bahia, respectivamente. As minas goianas respondem por quase 20% da produção nacional. Em 2012, o Estado produziu 11,238 toneladas e o País 66,8 toneladas.

O governador Marconi frisou junto aos representantes da empresa que o Estado pretende aumentar sua competitividade e que, para isso, o governo de Goiás está aberto ao capital privado, tanto nacional quanto internacional. “Não temos preconceito contra investimentos de capital estrangeiro e nunca tivemos. Aliás, eu e o (ex- deputado e atual secretário de Meio Ambiente e Cidades) Vilmar Rocha fomos um dos responsáveis pela aprovação da mudança constitucional que quebrou o preconceito contra o capital estrangeiro no País, dentro das reformas realizadas pelo presidente Fernando Henrique. Havia preconceito e vedação. Nós ajudamos, em 1995 e 1996, a quebrar essa resistência. Em Goiás estes projetos são bem-vindos.”

A possibilidade de abertura de um museu da mineração da cidade de Faina ainda foi comentada pelo governador. “Gostaria de estimulá-los dentro desta perspectiva da sustentabilidade local que a é a questão do museu da mineração. Acho que seria bom se vocês desenvolvesse esse projeto. Aquela região representa um dos principais destinos turísticos do País, que é o Rio Araguaia. Se temos um museu da mineração ali, falando da história de Goiás, seria um forte atrativo, já que muita gente passa por ali”, comentou.

Grêmio x Internacional: A Melhor Final do Futebol Brasileiro

A melhor decisão do futebol brasileiro vai acontecer no Rio Grande do Sul. Donos de uma longa invencibilidade nesta temporada, Grêmio e Internacional começam, neste domingo, a decidir quem será o campeão gaúcho de 2015. Enquanto o Tricolor não perde há mais de dois meses, com 15 jogos sem conhecer derrotas, o Colorado está invicto há 13 partidas. O primeiro clássico da final do estadual está marcado para as 16 horas, horário de Brasília, na Arena.

 No outro domingo, dia 3, a volta olímpica será dada no Beira-Rio. Em caso de empate na soma dos 180 minutos, o saldo qualificado definirá o campeão. Persistindo a igualdade, haverá disputa por pênaltis.


Goiás x Aparecidense: Uma Final Mais Sem Graça Que Dançar Com Sogra

Goiás e Aparecidense iniciam, neste domingo, a decisão mais sem graça e emoção do Campeonato Goiano. O primeiro jogo vai acontecer às 16 horas (de Brasília), no Estádio Anibal Batista de Toledo, na cidade de Aparecida de Goiânia. A Por ter feito a melhor campanha, o Esmeraldino tem vantagem do empate em número de pontos e saldo de gols na soma dos dois jogos para ficar com o título.

A diretoria do Verdão ainda tentou convencer o adversário a levar as duas partidas para o Serra Dourada, com maior capacidade de público, mas a comissão técnica do Aparecidense preferiu jogar a primeira em casa.

A Aparecidense tem um bom time mas não tem torcida e não desperta paixão, é uma espécie de São Caetano de Goiás. O time da grande Goiânia tem um pequena chance de ser campeão, pois o Goiás está longe de ter um bom time, pelo contrário, com o atual time, o Goiás entra no campeonato brasileiro como favorito ao rebaixamento. 

A final do campeonato goiano deste ano, é mais sem graça que dançar com sogra!

Final do Mineiro: Atlético-MG Já Foi Campeão!

O Galo já foi campeão mineiro em 2015. A vitória contra o Cruzeiro no Mineirão vale mais do que a decisão contra a Caldense.  O Atlético-MG recebe a Caldense, às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro. No Mineirão, a final inédita da competição promete não ser nada fácil para os atleticanos, que estão em desvantagem. O torcedor do galo nem vai se importar muito se o time não conseguir ganhar da Caldense. O torcedor do galo ainda está comemorando a "taca" no Cruzeiro e está mais focado na libertadores.

A Caldense chega à final invicta e dona da melhor campanha do estadual, o que garante direito de jogar em casa segunda partida e vantagem de dois empates para ficar com o título pela segunda vez na história. Na fase de classificação, a Veterana de Poços de Caldas já venceu o Atlético-MG, o que deixa o sinal de alerta ligado entre os jogadores do Galo.

Vasco Enfrenta Seu Maior Adversário: A Sina de Ser Vice-Campeão

A decisão do Campeonato Carioca começa neste domingo, quando Vasco e Botafogo se enfrentam a partir das 16 horas (de Brasília), no Maracanã, pelo primeiro jogo da final. A segunda e decisiva partida acontecerá no domingo seguinte, no mesmo horário e local. Os botafoguenses eliminaram o Fluminense nas semifinais, nos pênaltis, uma vez que as duas equipes venceram um confronto por 2 a 1. Já os vascaínos despacharam o Flamengo com 1 a 0 no segundo confronto, após um primeiro empate sem gols.

Por ter feito melhor campanha ao longo da fase de classificação, tendo vencido inclusive a Taça Guanabara, o Botafogo tem a vantagem de jogar por dois empates para garantir o caneco. Porém, a vantagem não se estende em caso de uma vitória para cada time, onde o saldo de gols vai prevalecer ou forçar a disputa de pênaltis.

O Vasco tem um time melhor que o Botafogo mas a vantagem do Botafogo de jogar por dois empate, equilibra a decisão.

Palmeiras x Santos - A Final Improvável do Paulistão Não Tem Favorito

A partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, no mesmo estádio que sediou a abertura, o Campeonato Paulista começa sua final envolvendo os clubes grandes menos cotados no início do torneio. No Palestra Itália, Palmeiras e Santos, com presença na decisão que prova como suas reformulações não foram prejudiciais, se enfrentam em busca de um título que servirá como pontapé inicial perfeito em temporada de incertezas.

O campeão só será definido no dia 3, na Vila Belmiro, mas os dois times sabem a importância de um resultado positivo já neste fim de semana. O Verdão quase foi rebaixado à segunda divisão nacional no ano passado, quando celebrava seu centenário, e fez alterações na diretoria e na comissão técnica, além de 20 contratações. Não esconde sua surpresa por chegar à final, pois passou os primeiros meses do ano avisando que estaria pronto apenas durante o Brasileiro.

Do outro lado, o Santos enfrentou problemas financeiros que mudaram seu elenco – o goleiro Aranha e o volante Arouca, por exemplo, trocaram o clube pelo Palmeiras. Mas o time já tinha provado sua força ao protagonizar a segunda melhor campanha da primeira fase e ganhou ânimo batendo o São Paulo nas semifinais, como fez o Verdão, mas nos pênaltis, diante do Corinthians, em Itaquera.

Cristiano Ronaldo Acerta Bolada em Garotinho. Veja Qual Foi Sua Reação

Cristiano Ronaldo protagonizou um momento de ternura antes do jogo contra o Atlético de Madri, pela Liga dos Campeões. O português acertou, sem querer, uma bolada em uma criança, durante o aquecimento com o restante do elenco do Real e soube se desculpar com um belo gesto.


O português estava treinando chutes com o goleiro Iker Casillas pouco tempo antes de começar a partida da Liga dos Campeões, quando errou e acertou a arquibancada. Imediatamente Cristiano Ronaldo percebe que acertou uma criança. O menino é atendido por médicos, mas continua no local, sem ter se machucado.


Quando o aquecimento acaba e os jogadores do Real voltam para o vestiário para a preparação final para o duelo, Cristiano Ronaldo não desce com o restante dos jogadores e vai até o local onde o menino atingido está. Ele tira a camisa e dá para o garoto, que fica emocionado.

Vila Nova Vence o Iporá e Fica a Um Empate da 1ª Divisão

Fico até constrangido de falar do Vila Nova no campeonato goiano da 2ª divisão. Pela torcida que tem, o clube jamais poderia estar nesta situação. O campeonato goiano da 1ª divisão sem o Vila Nova é mais sem graça que dançar com sogra. 


Se para voltar a 1ª divisão o Vila Nova tem que cumprir tabela e jogar contra times como o Iporá, neste sábado o Vila conseguiu fazer o dever de casa, a duras penas e nos acréscimos. 


A vitória por 3 a 2 deixa o colorado bem perto da classificação à elite estadual, basta mais um empate nos próximos dois jogos. 

Cid Moreira e Sérgio Chapelin no Jornal Nacional Emocionam o Brasil

Como parte da comemoração dos 50 anos da TV Globo, o Jornal Nacional prestou uma homenagem aos jornalista Cid Moreira e Sérgio Chapelin que apresentaram o JN durante 27 anos e entraram para história,  sendo os dois apresentadores mais amados pelos brasileiros.

Cid Moreira, hoje com 87 anos, emocionou o povo brasileiro com sua voz aveludada e poderosa. A homenagem foi mais que justa e amenizou muito a rejeição que o JN tem nos dias de hoje.

Ver novamente na bancada do Jornal Nacional a dupla, foi algo marcante para uma geração de brasileiros que hoje choram de nostalgia.

Bons tempos que não voltam mais.



Barcelona Vence Com Gols de Neymar e Messi

O Barcelona venceu, neste sábado, fora de casa, o Espanhol por 0-2, em jogo da 33.ª jornada do campeonato espanhol, disputado no Power8 Stadium.

Os gols do líder Barcelona foram marcados pelos craques Neymar e Messi, ainda no primeiro tempo.

O  brasileiro marcou aos 17 minutos, numa jogada de excelência da equipe catalã. O lance envolveu Messi, Iniesta, Suárez (com uma grande atuação) e terminou em Neymar Júnior.

Com o Barcelona a mostrar todo o seu poderio, poucos minutos, depois, a formação orientada por Luis Enrique fez o segundo, desta vez de autoria de Messi. aos 25 minutos, após uma boa jogada de ataque dos catalães, surgiu um cruzamento da direita de Suárez de primeira, e Messi finalizou com precisão, mesmo quase sem ângulo.

No segundo tempo, o líder do campeonato espanhol ficou reduzido a dez elementos após a expulsão do lateral Jordi Alba, alegadamente por protestos graves. Também do lado do Espanhol, Moreno recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso já nos acréscimos.

Com este triunfo, o Barcelona vai terminar a 33.ª jornada do campeonato na liderança. O Real Madrid, segundo classificado, joga contra o Celta de Vigo e precisa  vencer para voltar a reduzir para dois pontos a desvantagem para os catalães.

sábado, 25 de abril de 2015

Terremoto Mata Mais de 700 Pessoas no Nepal e na Índia

Um forte terremoto provocou um abalo de magnitude 7,9 na escala de Richter no Nepal e matou  688 pessoas de acordo com o último levantamento, informou fonte do governo. No Everest morreram 10 montanhistas. O número de mortos não são definitivos e podem ser ainda maiores

"O balanço de mortes por todo o país atingiu até agora os 688", disse o porta-voz do Ministério do Interior Laxmi Prasad Dhakal, atualizando um anterior balanço de 449 mortos.

Segundo as autoridades, há informação de mortes em todas as regiões do país, incluindo num campo base do Monte Everest, atingido por uma avalanche provocada pelo sismo.

A avalanche matou pelo menos 10 pessoas, incluindo alpinistas estrangeiros, informou um responsável do governo do Nepal.

Os piores danos foram aparentemente em Katmandu, onde a histórica torre Dharahara, de nove andares, ruiu completamente.

O sismo foi igualmente sentido em outros países da região como a Índia, onde há registo de 26 mortos.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Helena Rache, A Loira Gaúcha Que Está na Mira de Neymar

Foto: Istagram/Intenet
Dentro de campo Neymar voltou a jogar um bolão e fora de campo ele não perde uma boa oportunidade, principalmente se o assunto for mulher bonita. Nesta sexta-feira, o craque do Barcelona e da seleção brasileira colocou na sua mira uma gaúcha, loira e bonita. Trata-se de Helena Rache. Pouco se sabe ainda sobre a gaúcha, mas ela chamou a atenção de Neymar.

Os dois conversaram pelo bate papo
do Instagram, mas o craque brasileiro foi ousado e pediu o telefone da "gata" para uma conversa mais reservada.

Marconi Perillo Inaugura Obras e Anuncia Novos Investimentos para o Norte de Goiás

O governador Marconi Perillo inaugurou nesta sexta-feira (24) 127,7 quilômetros da reconstrução da rodovia GO-244, no trecho entre os municípios de Porangatu, Novo Planalto e São Miguel do Araguaia. Por meio do Programa Rodovida Reconstrução, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) realizou serviços de pavimentação, acostamentos, recuperação da drenagem superficial, além da sinalização vertical e horizontal com tachas refletivas (olhos de gato) na rodovia. De acordo com a Agetop, foram investidos aproximadamente R$ 30 milhões na obra.

O prefeito de Porangatu, Eronildo Valadares (PMDB), agradeceu o empenho do governo estadual em melhorar a infraestrutura dos municípios da região. “Agradeço nosso governador que trouxe uma obra realmente muito importante para a Região Norte. Tanto para Porangatu, como para Novo Planalto, Bonópolis, São Miguel do Araguaia”, enumerou.

Mais rodovias recuperadas - De acordo com o governador, somando-se ao que foi recuperado em 2014, os municípios do Norte de Goiás irão experimentar um novo momento econômico e social. Ele lembrou os mais de 300 km de rodovias reconstruídos, ano passado, na região, que têm ajudado no escoamento da safra de grãos. “Sabemos da importância dessas obras (reconstrução de rodovias) para a Região Norte. Por isso, vamos recuperar também as rodovias que ligam Formoso-Campinaçu-Minaçu, Formoso-Trombas, Bonópolis-Cruzeiro-Novo Planalto-Porangatu”, anunciou. 

Moradora de Porangatu, Maria Sueli da Silva disse que gastava aproximadamente 2 horas para perfazer os 51,1 quilômetros até Novo Planalto. Agora, segundo ela, o trajeto é feito em 45 minutos. “Trafeguei à noite na rodovia (GO 244) e está perfeita. A sinalização, as condições do asfalto. Está de parabéns”, elogiou.

Ainda em Porangatu, ao lado do presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, Marconi entregou 45 Cheques Mais Moradia (modalidade Reforma), no valor de R$ 129 mil.




Governador inaugura também Comando de Operações de Divisas em S. M. do Araguaia

Grupo especial da PM vai operar na divisa entre Goiás e Tocantins

O governador Marconi Perillo inaugurou também, hoje, a 12ª unidade em Goiás do Comando de Operações de Divisas (COD), da Polícia Militar. Trata-se de um batalhão especial que atua nas regiões limítrofes entre Goiás e outros estados para, entre outras ações, inibir a entrada de drogas e armas no Estado. Os policiais da nova unidade, em São Miguel do Araguaia (Região Norte do Estado), devem trabalhar na divisa entre Goiás e Tocantins.

Com a primeira unidade inaugurada em abril de 2012, o COD contabiliza, em três anos, a apreensão de 22 toneladas de drogas, 126 milhões de cigarros contrabandeados; além de 65 mil pessoas abordadas, com a prisão de 54 foragidos da Justiça. “É inegável a importância do COD. O Governo Federal, infelizmente, não dá conta de fazer este tipo de policiamento. Então temos de fazer a nossa parte”, justificou Marconi Perillo. Ele voltou a dizer que 80% dos crimes hoje em dia têm relação direta com tráfico de drogas e de armas.

A inauguração ocorreu paralela à entrega da reconstrução asfáltica da GO 244 do trecho de 76,6 quilômetros entre Novo Planalto-São Miguel do Araguaia e foi seguida da entrega da reconstrução dos 51,1 quilômetros na mesma rodovia, no trecho entre Porangatu-Novo Planalto.

A prefeita de São Miguel do Araguaia, Adailza Crepaldi (PSC), agradeceu o carinho do governador com a sua cidade e a Região Norte, destacando a reconstrução do asfalto da GO-244 e o Batalhão do COD. “São obras e benefícios que mudaram a cara da nossa cidade”, destacou a prefeita.

Participaram da solenidade, o Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, o Comandante Geral da Polícia Militar de Goiás, Coronel Sílvio Benedito, secretário de Articulação Política, Sérgio Cardoso.