domingo, 20 de maio de 2018

Caso Paolla Avaly Corrêa: O Que a Polícia Sabe e o Que Não Sabe Sobre a Execução Que Chocou o Brasil

A execução de Paolla Avaly Corrêa chocou o Brasil, pela crueldade. O vídeo gravado da execução mostra claramente que não se trata de um crime comum. Com mãos amarradas e dentro de uma cova, ela foi executada com tiros na cara. O caso que  estava sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Porto Alegre,  foi considerado feminicídio com poucas horas de investigação e passou a ser investigado pela Delegada  Tatiana Barreira Bastos,  da Delegacia da Mulher de Porto Alegre.

O que a polícia sabe e divulgou

Segundo a delegada Tatiana Bastos, Paolla foi vítima de feminicídio,  baseado em um texto publicado no facebook dela,  onde ela teria exposto a virilidade de seu namorado, chamando-o de corno e por este motivo ela teria morrido.

Acompanhe o que postou Paolla

"Meu ex botando foto minha no grupo dos Leão hahahahaha otariooooooo nem de ex marido um chá de bosta desses da pra chamar ne que ex é esse ne que bota foto tua só pq tu não quis mais ele pq apanhava passava horrores na mao dele ne vai otário bota msm manda eles bota tudo no face gosto de causa impacto acha que me abalo uma hora todo mundo esquece e otário pia de merda foi vc cornoooooooooooooo"

O Que a Polícia Precisa Esclarecer

A Definição de que foi um feminicídio pode ser o primeiro erro na investigação. Como repórter com 30 anos de profissão e já experiente em casos de investigação policial, uma das primeiras coisas que aprendi é que a policia nunca pode descartar nenhuma linha de investigação. Chegar a uma convicção antes de investigação mais aprofundada,  pode levar ao erro de ter que trabalhar para provar uma tese de um crime que pode não ser a verdadeira.

No caso de Paolla um erro de interpretação do texto, pode ter levado a polícia a cometer um erro de definição de um crime. 

Veja por exemplo, de acordo com informações que obtivemos também em redes sociais, a  mensagem que Paolla postou não foi para o namorado que está preso, Nathan Sirangelo,  e sim para um ex namorado, membro de uma facção rival da facção que Nathan faz parte, os BALA NA CARA.  Esse simples erro de interpretação, mudaria toda a história do crime.

Segundo informações que circulam no whatsapp, o ex namorado descobriu que Paolla estava visitando o Nathan no presídio  e  para se vingar postou foto dele com ela na cama para mostrar que ele também "pegava" ela. 

 
O namoro com o Nathan era recente, embora esteja preso e possa ter acesso a celular, a foto que foi postada, mostra ela na cama com o ex, que é rival da facção bala na cara. Este fato expôs ela por estar se relacionando com membros de duas facções rivais, por isso ela foi visitar o Nathan no domingo.

Logo fica claro que o texto não era para o Nathan, porque ele está preso desde o ano passado e somente recentemente ela começou a visita-lo na prisão. Além disso, ela diz que o ex era violento e batida nela, convenhamos, como alguém preso vai bater em uma mulher que vai visita-lo? Que pessoa iria chamar alguém que está preso de corno e poucas horas depois iria visita-lo? 

De acordo com informações que o blog teve acesso, o  líder da facção bala na cara, sabendo que Paolla se relacionava com membros da facção rival,  foi quem deu a ordem para intercepta-lá na frente do presídio.

 O Nathan provavelmente não ficou sabendo de nada se não tiver celular na prisão. O que derruba a tese de crime de feminicídio. Essa linha de investigação não pode ser descartada pela polícia sob pena de comprometer todo o trabalho da investigação. 

PAMMI_PENNZ


Outra vertente do crime de execução que precisa ser considerada é sobre uma rival de Paolla que vinha fazendo ameaças através do Facebook. 
Pammi_Pennz ou Pammi_Bandida como se intitulava fez várias postagens ameaçando Paolla e logo após a morte de Paolla ela excluiu o seu Facebook,  em uma atitude bastante suspeita. 

Paolla pediu desculpa 

No momento em que iria ser executada Paolla olha para a pessoa que estava filmando com um celular e pede desculpa. Basta observar com atenção e fazer a leitura labial dela. A pergunta é: para quem Paolla estava pedindo desculpa? Seria um pedido de desculpa para Pammi, em uma última tentativa de salvar sua vida? A execução com tiros na cara é uma das características da facção bala na cara.

Mensagens no Facebook

Muita gente estranhou o fato de Paolla ter ficado muito sem fazer postagem no facebook, a última foi no dia 15 de março, mas na noite que teoricamente antecedeu seu desaparecimento, ela passou a madrugada inteira fazendo postagem. Levantando suspeita que não teria sido ela, mas sim alguma pessoa que estivesse usando seu celular. A irmã de Paolla confirmou que havia falando com ela por telefone na sexta e que no domingo elas passariam o dia com a mãe para comemorar o dia das mães. No domingo pela manhã a irmã de Paolla ligou pra ela, mas o telefone já estava desligado. Como a execução aconteceu durante o dia, como mostra a filmagem, fica a pergunta,   Paolla foi executada no sábado ou no domingo?  Se foi no sábado,  então as postagens não são dela. Tese está que é constestada  pela própria polícia que afirma que Paolla estava indo visitar Nathan no domingo,  quando foi raptada por seus algozes. A visita ao presídio no domingo e relatada pelo ex de Paolla em conversas no whatsapp. Se ela estava viva no domingo, logo foi ela mesma que postou as mensagens no Facebook. 

 Em resumo, ainda existem muitas perguntas sem respostas e somente um trabalho de investigação bem feito, pode esclarecer esse crime bárbaro. 

Nos próximos dias vamos saber se a polícia civil do Rio Grande do Sul estará mesmo empenhada em elucidar o crime ou se esse será mais um, entre tantos outros, sem solução.

Leia também:  Polícia do Rio Grande do Sul Prende Duas Pessoas  e Apresenta Versão Cheia de "Furos" Sobre a Execução de Poalla Avaly Corrêa http://bit.ly/2IV9gUx

Delegada Concluiu Inquérito da Execução de Paolla Avaly Corrêa

Entrevista Exclusiva Com a Delegada Tatiana Bastos Sobre o Caso Paolla Avaly Corrêa http://bit.ly/2kUjoiJ

11 comentários:

Agente consciente disse...

Muitos erros nesse texto. A última postagem de paola foi no domingo 13, dias das mães e não dia 15 como foi publicado aqui.

Cleuber Carlos do Nascimento disse...

Você está fazendo confusão. A ultima postagem que ela havia feito foi em 15 de março e desde então nua havia postado mais. Só voltou a fazer postagem no dia 13/05. Entendeu?

Anônimo disse...

No vídeo da para ouvir claramente q a pessoa q filma,parece estar ou ter chorado...pois faz um barulho,no final...muito feminino,como choro..ou como se tivesse em algum momento sei lá chorado ..e o nariz entupido...no fone da para ouvir o som claramente.

Quando uma voz masculina fala..vamos soltar..e um som de
Puxando o ar como se tivesse..com o nariz entupido de chorar...sei lá...e no áudio também fica claro..q a respiração típico de como estivesse..
Afobada..assustada...de quem filmava.

E bom ver e escutar bem o áudio ...
Só estou dando minha opinião...q isso se esclareça rápido..e consigam pegar as pessoas q fizeram isso...

*s2..A vida é Bela..s2* disse...

Olha. Esse caso não foi esquecido e nm será. Basta ver nos comentários no Facebook de Paolla que já está com mais 22.800 pessoas comentando,todos apreensivos e esperançosos que esse caso não caia no esquecimento! Que a justiça seja feita! Que a polícia não deixe que seja mais um nas estatísticas! Ela não é a primeira claro! E com certeza não será a última! Mas pela divulgação do vídeo causou muita revolta em nós que somos pais, filhos, amigos, irmãos e pessoas com alma e sentimentos! A pessoas que não dormem mais (como eu) ao lembrar daquele último olhar de dor, de tristeza! De um pedido de desculpas saído do fundo da alma de quem esperava que seus executores tivessem piedade! De que Deus só por aquele momento fizesse um milagre! Ela queria viver! Ela tinha que viver! E com certeza se tivesse escapado teria mudado sua vida completamente agradecida a Deus por mais uma chance! Sim! Ela se errou! Ela se envolveu com pessoas que não prestavam! Mais quem nunca cometeu e quem nunca cometem erros??? Se fosse a filhinha de papai, de famoso, de um empresário...Eu tenho a plena certeza, que ao menos um desses monstros estaria preso! Sim! Estou revoltada e com a dor em meu coração! Estou como muitos naquele Facebook da Paolla estão! Esperançosos! Estamos sofrendo junto com a família! Somos muitos desconhecidos virando uma família e numa só união esperando a justiça dos homens! Que a de Deus, essa é certa! Por favor! Não se esqueçam da Paolla! Não se esqueçam dessa moça que foi por um caminho errado, mas ela era só uma menina que aprenderia com esses erros a acertar seu caminho! Tenham compaixão! Por Deus! Tenham compaixão. Eu mesmo fecho os olhos e vejo "Aquele último olhar de fé!" Porque aquele foi o verdadeiro olhar de quem em seus últimos momentos teve sim; fè

Anônimo disse...

Gostaria de saber atualizações sobre o caso. Excluiram o face dela? Quem foram os presos e o que a policia descubriu?
Não achei nada atualizado no google.

Anônimo disse...

Eu não consegui identificar mulher no audio não, pra mim aquele som pode ser de alguem que tava cansado por cavar a cova, parecia bem alguem ofegante, posso ta enganado mas nao consegui mesmo identificar soluço de choro de mulher, mas me espanta a tranquilidade dela de entra na cova como aconteceu, se fosse outra estaria desesperada chorando gritando,, o impacto desse video talvez seja maior pela reacao dela mesmo, quem sabe talvez ela não tivesse acreditando que de fato iam matar ela, foi algo bem estranho mesmo na minha opinião!!! E bem triste!!

Glaucia Marques disse...

Muita falta de consideração deixar a gente sem notícia

Anônimo disse...

O que se sabe até agora? Tem uma imagem dela quando acharam o corpo e ela está sem a parte de cima das roupas. Alguém sabe por que?

Cleuber Carlos do Nascimento disse...

Entrevista Exclusiva Com a Delegada Tatiana Bastos Sobre o Caso Paolla Avaly Corrêa http://bit.ly/2kUjoiJ

Duda RJ disse...

Tem noticias desse caso no facebook, foram 7 presos, acho que foi desvendado.

Unknown disse...

Só acho estranho o fato do mandante do crime ser o tal Nathan que ela visitava, por todos os argumentos que o dono do blog utilizou.