Ministério Agricultura

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Confira os Confrontos das Oitavas de Finais da Copa do Brasil

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu nesta quinta-feira os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de eliminar o Corinthians, o Internacional terá pela frente o Palmeiras. Já o Cruzeiro jogará com a Chapaecoense. O Sport, sensação do nordeste brasileiro, joga com Botafogo, enquanto o Flamengo tem o atual campeão da Série B, Atlético-GO, pela frente. A tabela com as datas e horários deve sair até o final do dia.

Precisando ganhar a confiança da torcida, Santos e Atlético-MG enfrentam Paysandu e Paraná, enquanto o Atlético-PR medirá forças com o Santa Cruz. O jogo que promete pegar fogo é entre Grêmio e Fluminense. Renato Gaúcho e Abel Braga têm como principal objetivo da temporada levar a Copa do Brasil pra casa. Por regulamento, as quartas de final também serão sorteadas e não há nenhum confronto definido por chaveamento. 



Ficou definido que Internacional e Fluminense serão mandantes nos jogos de volta diante de Palmeiras e Grêmio, respectivamente. A CBF decidiu que havia a necessidade de "casamento" dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil por questões de segurança, para que rivais locais não sejam mandantes na mesma data. Além disso, justifica a ação para definição da tabela e as datas dos jogos, o que atende as TVs que transmitem o torneio, além da logística dos clubes.

Por isso, os confrontos foram divididos em grupos que definiram os mandos de campo dos jogos. Palmeiras, Grêmio, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo e Santos serão mandantes nos seus jogos de ida das oitavas de final. Já Internacional, Fluminense e Atlético-MG definirão suas séries em casa.

O próximo passo é a definição da tabela das oitavas de final da Copa do Brasil. A entidade reservou os meios de semana dos dias 26 de abril, e 3, 10, 17, 24 e 31 de maio para a disputa desta fase do torneio. Posteriormente, os confrontos das quartas de final vão ser conhecidos através de mais um sorteio.

Washington, o coração valente, foi o homenageado da vez na CBF. Ele foi o artilheiro da Copa do Brasil em 2001, quando ainda defendia a Ponte Preta. Ele falou do orgulho que foi vestir a camisa da Macaca e participou do sorteio. Foi ele quem tirou as bolinhas dos potes A e B. O atacante levou o time de Campinas até as semifinais daquele ano, mas caiu para o Corinthians após duas derrotas.


Washington, o coração valente, foi homenageado e participou do sorteio da CBF 

Botafogo, Palmeiras, Atlético-MG, Chapecoense, Atlético-PR, Grêmio, Santos e Flamengo foram os oito melhores classificados do último Campeonato Brasileiro, disputam a Libertadores e entram já nas oitavas de final da Copa do Brasil. Além deles, Atlético-GO, campeão da Série B, Paysandu, campeão da Copa Verde, e Santa Cruz, campeão da Copa do Nordeste, também entram nesta fase.

Os onze clubes se juntam a Cruzeiro, Internacional, Sport, Fluminense e Paraná, que já passaram pelas quatro primeiras fases da Copa do Brasil e chegam calejados. Os mineiros suaram para eliminar o São Paulo no Mineirão, enquanto gaúchos e pernambucanos passaram nos pênaltis diante de Corinthians e Joinville. Os cariocas golearam o Goiás dentro do Maracanã e os paranaenses seguraram o Vitória dentro de casa.

Este ano a competição bateu recordes de premiação, pois pagará R$ 50 milhões ao campeão, R$ 20 milhões ao vice, R$ 8 milhões para os quatro semifinalistas e R$ 4 milhões para quem alcançar as quartas de final.

QUE VANTAGEM!

Nesse novo formato, os times que entram nas oitavas de final tem uma vantagem considerável em cima dos adversários. Os oito que chegam da Libertadores, que teoricamente estão em um nível técnico superior aos demais, já entram nas fases finais da competição. Se não bastasse, estão apenas a oito jogos de levantar a taça da Copa do Brasil. Cruzeiro, Internacional, Sport, Fluminense e Paraná até aqui, por exemplo, já jogaram seis vezes.

Confira os jogos das oitavas de final da Copa do Brasil:


1ª partida (ida)


Palmeiras x Internacional
Grêmio x Fluminense
Botafogo x Sport
Santa Cruz x Atlético-PR
Cruzeiro x Chapecoense
Paraná x Atlético-MG
Flamengo x Atlético-GO
Santos x Paysandu

2ª partida (volta)

Internacional x Palmeiras
Fluminense x Grêmio
Sport x Botafogo
Atlético-PR x Santa Cruz
Chapecoense x Cruzeiro
Atlético-MG x Paraná
Atlético-GO x Flamengo
Paysandu x Santos

Juíza suspende nomeação de 800 comissionados do Governo de Goiás

Cargos foram recriados pelo estado depois do corte de 1.335 funcionários da administração. Em nota, assessoria do palácio disse que respeita decisão e aguarda ser notificada.



Segundo governo, cargos tinham objetivo de melhorar os serviços do Vapt Vupt. Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) 



A juíza Suelenita Soares Correia, da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia, determinou, na quarta-feira (19), a suspensão da nomeação de 800 comissionados do Governo de Goiás. Os cargos foram recriados por meio de um projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa (Alego), depois do corte de 1.335 funcionários da administração. Na época, a assessoria do governo informou que o objetivo era melhorar os serviços públicos. 


A magistrada afirma na decisão que o projeto de lei, apresentado pelo deputado estadual Francisco Oliveira (PSDB), líder do governo na Alego, é inconstitucional. “É inconstitucional a emenda parlamentar que resulte na criação de cargos, bem como no aumento de despesas no orçamento público, em projeto de lei cuja iniciativa seja privativa do Chefe do Poder Executivo”, diz o texto. 


Em nota enviada ao G1, a assessoria do Governo de Goiás informou que “respeita a decisão” e que “aguarda ser notificado oficialmente para avaliar e responder o teor da liminar de suspensão das nomeações” (confira íntegra abaixo). 


A determinação aconteceu depois que uma ação popular, movida por Junior Cesar Bueno e Freitas, pediu a ilegalidade da criação dos cargos. A Lei 19.611, publicada no Diário Oficial do Estado no último dia 24 de março, previa, inicialmente, a inclusão da Fundação de Previdência Complementar do Estado de Goiás como órgão jurisdicionado à Secretaria da Fazenda (Sefaz). 


No entanto, a pedido do governador Marconi Perillo (PSDB), o líder do governo adicionou a recriação dos cargos ao projeto de lei, que foi aprovado pela Casa. De acordo com o texto da lei, 102 vagas são destinadas à Casa Militar, que cuida da segurança dos palácios, do governador e do vice-governador José Eliton (PSDB). 


Já 150 devem atuar no Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O restante, que corresponde a 548 cargos, está reservado para o atendimento em unidades do Vapt-Vupt. 



A juíza afirmou que o ato não seguiu o procedimento legislativo previsto na Constituição. Apesar de declarar a lei inconstitucional, Suelenita não suspendeu as nomeações já realizadas pelo poder público. 


“Em contrapartida, no que tange ao pleito de exoneração dos cargos que já se encontram preenchidos, tenho por bem postergá-lo quando da análise do mérito, ante a irreversibilidade dos efeitos causados pela medida, sendo, destarte, de grande insegurança jurídica sua concessão, uma vez que a parte requerida sequer apresentou contestação nos autos”, afirma. 


Cortes



No dia 2 de janeiro, o governo exonerou 5,5 mil servidores comissionados e cortou 1.335 cargos em várias áreas. A medida integrava parte do pacote de corte de gastos do estado. Na época, segundo a assessoria do governo, a haveria a redução em 20% o número de cargos comissionados. As funções que haviam sofrido corte foram as de assistente de gabinete, assessor especial e supervisor. 


Além dessa medida, o governo também reduziu o número de Subsecretarias de Educação. Por fim, reduziu os servidores temporários, horas extras e gastos complementares em vários órgãos. 


Na nota enviada ao G1, a assessoria de imprensa do governo de Goiás ressalta a importância dos 800 cargos para a prestação de serviços no Detran-GO, Vapt Vupt e na Secretaria da Casa Militar. 


Confira íntegra da nota enviada pelo Governo de Goiás:


O Governo de Goiás respeita a decisão da 2.ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia e aguarda ser notificado oficialmente para avaliar e responder o teor da liminar de suspensão das nomeações. A ampliação do quadro de funcionários do Detran e do Vapt Vupt e a redefinição das remunerações na Secretaria da Casa Militar não compromete as metas estabelecidas no Programa de Austeridade pelo Crescimento do Estado e Goiás


A administração estadual compreende que a manutenção da qualidade do atendimento aos cidadãos é prioridade absoluta e reitera que acrescentou os 698 cargos de assistente administrativo ao quadro de servidores do Departamento Estadual de Trânsito (total de 150 funções) e das unidades do Vapt Vupt (548) com o objetivo de melhorar a qualidade no atendimento ao público. Conforme relatado pela imprensa, a última redução de cargos estabelecidas pelo programa de ajuste fiscal afetou o atendimento ao público nas duas áreas. Com a recriação dos cargos, a administração estadual pretende regularizar esses serviços.


O Governo de Goiás observa que, por outro lado, no caso da Secretaria da Casa Militar não houve criação de novos cargos, mas tão somente a redefinição das remunerações dos 102 servidores do órgão, sem aumento de custos com a folha de pessoal. A redefinição tem como objetivo corrigir disparidades salariais e estratificar de forma adequação as funções dos servidores.


A ampliação do quadro de funcionários do Detran e do Vapt Vupt e a redefinição das remunerações na Secretaria da Casa Militar não compromete as metas estabelecidas no Programa de Austeridade pelo Crescimento do Estado e Goiás. Além disso, o Governo de Goiás compreende que a prioridade da administração é a manutenção da qualidade do atendimento aos cidadãos.

Marconi não foi omisso e se posicionou, diz Vitti sobre citações

Deputados estaduais da base aliada elogiaram o gesto do governador Marconi Perillo de se colocar à disposição para esclarecer as informações a respeito das citações sobre recursos de campanha. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti (PSDB), afirmou que o comportamento do governador é “fundamental” para que a base aliada possa trabalhar com “tranquilidade” no parlamento estadual. 

“O governador não foi omisso. Mesmo sem ter todos os subsídios para apresentar sua defesa, já se posicionou”, argumenta Vitti, para quem esse sempre foi o comportamento de Marconi e não seria diferente agora.

Líder do Governo na Assembleia, deputado Francisco Oliveira (PSDB) assinala que a base não se preocupa com qualquer investigação em cima do governador, “até porque a vida dele foi passada a limpo com aquela CPI de Brasília”. Francisco Oliveira ressalta que a base está tranquila “o tempo todo”, porque confia na honestidade do governador.

Na avaliação do deputado Francisco Júnior (PSD), as pessoas estão sendo “muito imediatistas e o denuncismo tem tomado conta”. Ele relata que o governador já passou por momentos difíceis e conseguiu demonstrar a sua boa intenção com o estado e as suas “boas práticas”, transformando Goiás. “E fez isso trabalhando”. Na visão de Francisco Júnior, “é natural” que isso seja combatido e, como nas vezes anteriores, o governador conseguirá provar que não tem nada a dever.



Marconi

Na quarta-feira (19), o governador Marconi Perillo disse que está terminando de se inteirar sobre o conteúdo das citações e que irá esclarecer cada um dos pontos apresentados. Marconi afirmou que não tem nada a temer, observando que as contribuições de campanha foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral e que as obras da Saneago no Entorno de Brasília sequer foram licitadas.

"Quem me conhece sabe que eu não temo desafio algum", afirmou Marconi. "Eu confio na Justiça, tenho muita convicção em relação ao que os nossos governos fizeram e fazem por Goiás. Especialmente, tenho convicção em relação a toda correção das nossas campanhas eleitorais, que foram fundamentais para dar uma guinada definitiva na história de Goiás", disse o governador, aplaudido diversas vezes durante seu pronunciamento.

Ele ressaltou sua confiança na Justiça e afirmou que responderá tecnicamente a todos os pontos levantados. Marconi observou que não há procedimento de investigação aberto, mas que, como cidadão e governador, estará sempre à disposição para prestar todos os esclarecimentos, permitindo que as boas práticas eleitorais e administrativas sejam reconhecidas.

GOIAS NA FRENTE Governo retoma obras do Credeq de Quirinópolis

A população de Goiás receberá, em breve, mais uma unidade do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química. Com recursos oriundos do programa Goiás na Frente, o governador Marconi Perillo determinou a retomada das obras do Credeq de Quirinópolis, distante 292 quilômetros de Goiânia. Sob responsabilidade da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), a estrutura está 55% concluída.

A unidade de atendimento especializado vai atender a população da região Sul do Estado e possui custo total de R$ 29 milhões. Serão três núcleos de atendimento (infantil, adolescente e adulto), com alas masculinas e femininas, com 12 leitos cada, casa de desintoxicação e de atenção psicossocial, salas de reanimação e de terapias, academia, além de extensa área verde para atividades ocupacionais e de lazer.

O Goiás na Frente prevê mais de R$ 200 milhões para obras na área da Saúde. Também serão construídas unidades do Credeq nos municípios de Caldas Novas, Morrinhos e Goianésia.

As equipes da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) e da Secretaria de Estado da Saúde finalizam o planejamento para início das obras das unidades de Caldas Novas e Morrinhos. Em Goianésia, a obra do Credeq já tem uma parte construída.

O Governo de Goiás saiu à frente dos demais estados brasileiros ao anunciar R$ 9 bilhões de reais em investimentos por meio do programa Goiás na Frente, sendo R$ 6 bilhões do Tesouro Estadual e R$ 3 bilhões da iniciativa privada.

"Estamos trabalhando com planejamento, com disciplina e com seriedade para termos condições de propiciarmos melhorias cada vez maiores na infraestrutura, na saúde, na educação, na segurança, no meio ambiente, na cultura, no saneamento e na habitação, utilizando bem os recursos em favor dos cidadãos que pagam os impostos”, afirma Marconi.

Com base em estudos e planejamentos, Goiás se antecipou à crise econômica nacional e tomou medidas de austeridade ainda em 2014, economizando, em um ano, R$ 3,5 bilhões com custeio da máquina e funcionalismo.

A contenção de despesas ajudou a garantir os investimentos para 2017 e 2018. “O programa Goiás na Frente demonstra o quanto foi importante termos feito os ajustes, os planos de austeridade, para retomarmos os investimentos e sermos o primeiro estado brasileiro a começar a investir a partir desse ano”, afirma o governador de Goiás.

GOIÁS NA FRENTE Marconi destaca reinício das obras do Hospital Regional de Uruaçu

O Hospital Regional de Uruaçu, planejado para atender toda a Região Norte de Goiás, está com 63% da obra executada. O governador Marconi Perillo destacou que o reinício já daquela unidade contempla a determinação do governo de garantir investimentos do programa Goiás na Frente em obras da área da Saúde essenciais para o bom atendimento da população.

Os investimentos na unidade são da ordem de R$ 103,4 milhões e fazem parte dos R$ 6 bilhões que o Governo de Goiás destinou para investimentos em diferentes áreas, com destaque para os presídios, saneamento básico, construção de rodovias e de unidades de saúde, dentre outras.

São 23 mil m² de área construída, com projeto para contemplar 180 leitos de enfermaria e previsão de expansão para 360 leitos. Dos leitos, 40 são de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), divididas entre adulto, neonatal e pediátrica. O hospital atenderá a todas especialidades médicas, absorvendo a demanda de pacientes da Região Norte do Estado.

A unidade contará com os serviços de urgência, emergência e obstetrícia. O objetivo é desafogar a grande concentração de pacientes que migram para Goiânia em busca de serviços médicos. Ela será um hospital geral, mas terá enfoque de atendimento de urgência e emergência.

O hospital terá ainda 22 leitos de observação e contará também com ambulatórios, centros cirúrgicos e salas para exames de diagnósticos. “Nós esperamos que possam ser feitas as principais cirurgias para qualquer tipo de atendimento dentro das especialidades oferecidas”, pontuou o secretário da Saúde, Leonardo Vilela.

"Estamos trabalhando com planejamento, com disciplina e com seriedade para termos condições de propiciar melhorias cada vez maiores na infraestrutura, na saúde, na educação, na segurança, no meio ambiente, na cultura, no saneamento e na habitação, utilizando bem os recursos em favor dos cidadãos que pagam os impostos”, afirmou Marconi.

Com base em estudos e planejamentos, Goiás se antecipou à crise econômica nacional e tomou medidas de austeridade ainda em 2014, economizando, em um ano, R$ 3,5 bilhões com custeio da máquina e funcionalismo. Agora, o governador lançou o programa Goiás na Frente, que prevê investimentos de R$ 9 bilhões, sendo R$ 6 bilhões do Tesouro Estadual e R$ 3 bilhões da iniciativa privada.

A contenção de despesas ajudou a garantir os investimentos para 2017 e 2018. “O programa Goiás na Frente demonstra o quanto foi importante termos feito os ajustes, os planos de austeridade, para retomarmos os investimentos e sermos o primeiro estado brasileiro a começar a investir a partir desse ano”, reafirmou o governador de Goiás.

Operação Tiradentes: PM intensifica combate à criminalidade em todo o Estado


Cerca de dois mil policiais e 650 viaturas estão envolvidos nas ações ostensivas. 

“Não vamos dar trégua para os criminosos”, garante comandante de Policiamento Rodoviário da corporação

A Polícia Militar deflagrou nesta quinta-feira (20/04), a Operação Tiradentes, que intensificará ainda mais as ações preventivas e ostensivas de combate à criminalidade em todo o Estado. 

Como foco das atividades, recuperação de veículos roubados, apreensão de drogas e armas de fogo, recaptura de foragidos, além de evitar que novos crimes – especialmente contra a vida -, sejam cometidos.

Os grupos especiais da corporação estão envolvidos nas ações. A exemplo do Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAer), Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), Batalhão de Polícia Militar de Choque (BPM Choque), Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv), Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMAmb), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e Cavalaria.

Participam da operação cerca de dois mil policiais e 650 viaturas da PM. “Não vamos dar trégua para a criminalidade. Estamos preparados para contribuir ainda mais com a redução dos indicadores de criminalidade em Goiás”, afirmou o comandante de Policiamento Rodoviário, coronel Vítor Hugo Benevides.



O Corpo de Bombeiros está presente na operação com 50 homens e 12 viaturas empenhados em medidas de prevenção. "Nossa meta é salvar vidas”, declarou o chefe de Gabinete da corporação, coronel Márcio de Morais.








FOTOS: ANDRÉ SADDI

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Marconi fala sobre citações: "Não temos nada a temer e vamos esclarecer tudo, ponto a ponto"

O governador Marconi Perillo falou, nesta manhã, sobre as menções ao seu nome e ao Governo de Goiás no noticiário. Marconi afirmou não ter nada a temer e que, assim que se inteirar do completo teor das citações, vai esclarecer todos os pontos mencionados. 

"Desde que isso surgiu, eu disse, em nota, que vou esclarecer todos os pontos. Quem me conhece sabe que eu não temo desafio algum", disse Marconi.

"Eu esclarecer com destemor e todas as informações necessárias em relação a cada um dos pontos que estão sendo colocados unilateralmente praticamente por alguns setores da imprensa", afirmou o governador. Veja:

Polícia Goiana Desarticula Quadrilha de Roubo de Gado e Cavalos

Uma quadrilha que praticava furtos, roubos de gado e cavalos no Estado de Goiás foi desarticulada por policiais do Grupo de Repressão a Crimes Rurais e de Divisas (GRCRD).  A quadrilha comandada por um cigano que reside na cidade de Trindade vinha atuando a um bom tempo, se especializou em golpes na compra de gados e cavalos por leilões. De acordo com investigações  comandadas pelo delegado Dr. Alzemiro José  dos Santos,  a quadrilha utilizava de nomes e documentos falsos para arrematar os animais, pagava a primeira parcela e quando o animais eram entregues, a quadrilha desaparecia com os animais.

A quadrilha caiu após comprar um lote de cavalos, através de um leilão virtual, de um importante empresário de Belo Horizonte. Após pagar a primeira parcela, os animais foram entregues em uma fazenda na cidade de Santo Antônio de Goiás. Assim que os animais foram entregues, o suposto comprador desapareceu. Quando o proprietário mandou resgatar os animais,  teve uma supresa: segundo o caseiro onde os animais foram desembarcados, um homem ofereceu a ele dinheiro para desembarcar os animais e assim que  foram desembarcados,  25 minutos depois,  um outro caminhão embarcou os animais com destino ignorado.

No entanto, o caminhão que transportou os animais de Belo Horizonte para Santo Antônio,  tinha uma câmera que filmou todo o trajeto,  no momento da entrega,  flagou o estelionatário em uma saveiro,  indicando o caminho onde os animais deveriam ser desembarcados. O empresário mineiro registrou ocorrência em Minas Gerais e a Polícia mineira solicitou apoio da policia goiana para localizar os criminosos e os animais.

De posse das imagens,  policiais do Grupo de Repressão a Crimes Rurais e de Divisas (GRCRD) iniciaram as investigações. A placa do carro do estelionatário levaram os policiais até a cidade de Itaberaí, onde um despachante confessou que praticava a irregularidade de registrar os carros comprados pela quadrilha no endereço do seu despachante. Com imagens das gravações  os policiais identificaram uma pessoa que já estava sendo investigada por outros crimes de roubos de gados e estelionatos contra fazendeiros.

Diligências foram realizadas em Goianira e Trindade,  os estelionatários foram localizados, identificados e passaram a ser monitorados, pois era preciso localizar os animais furtados para materialização do crime e resgate dos animais.

Com apoio de policiais da Rotam, foi montado um cerco quando a quadrilha estava reunida em uma residência em Trindade, em um conhecido e perigoso reduto cigano. A operação obteve sucesso, mas encontrou resistência inicial dos criminosos. No entanto,  diante do forte aparato policial montado, com policia civil e militar agindo em conjunto, os bandidos se renderam. 

Os bandidos confessaram os crimes e indicaram onde os animais estavam.
Os animais foram resgatados e devolvidos ao seu proprietário em Belo Horizonte.

EUA Promete “resposta esmagadora” à Coreia do Norte

O vice-presidente americano Mike Pence, prometeu nesta quarta-feira (19) que dará uma resposta “esmagadora” à Coreia do Norte em caso de ataque. A declaração foi dada diante dos soldados americanos reunidos no porta-aviões Ronald Reagan, que está no Japão.
De acordo com o vice-presidente americano, “nuvens negras se acumulam no horizonte”.Ele qualificou Pyongyang de “ameaça perigosa e urgente na região”, e afirmou que o uso de armas nucleares ou balísticas pelo regime norte-coreano teria como consequência uma “reação maior” do governo Trump.
Pence, que chegou no domingo (16) à região, também tranquilizou os aliados sobre os acordos mútuos de defesa que, segundo ele, continuam válidos, e sobre o compromisso dos EUA com a Coreia do Sul e Japão para atuar nos problemas geopolíticos da região. Ele também defendeu a liberdade de navegação no mar da China e prometeu reforçar o contingente militar na região da Ásia e do Pacífico. Cerca de 47 mil soldados americanos estão no Japão e outros 28 mil na Coreia do Sul.
O porta-aviões Reagan, que está estacionado na base naval japonesa de Yokosuka, está pronto para agir no caso de um conflito armado. Ela ganhará um reforço com a chegada, na próxima semana, de um outro porta-aviões, Carl Vinson, que está na costa australiana.
Desde que chegou à região, Pence não tem economizado alfinetadas contra o regime norte-coreano, mas nesta terça-feira (18) o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, pediu uma solução diplomática e pacífica.

O vice-ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Han Song-Ryol, declarou recentemente que o regime vai acelerar o ritmo dos tiros balísticos e a ameaça de um sexto teste nuclear preocupa a comunidade internacional. As resoluções da ONU têm sido insuficientes para coibir as ambições militares norte-coreanas.

"China deve intervir", diz EUA

Para os EUA, o diálogo com a Coreia do Norte passa necessariamente pela China. O presidente Donald Trump, que havia declarado estar pronto para resolver “sozinho a questão nuclear da Coreia do Norte”, amenizou o tom ontem e declarou em entrevista ao canal Fox News que não podia “declarar uma guerra econômica contra a China enquanto eles estavam resolvendo um problema bem mais complexo com a Coreia do Norte”.

Marconi viabiliza projeto que financia bolsa de mestrado na Inglaterra


 “Quero agradecer ao governador Marconi Perillo por sua atitude de valorização da ciência, porque sua iniciativa vai culminar em desenvolvimento econômico e social para o nosso país”, disse o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia, Lázaro Cunha

 Governo de Goiás, em parceria com o Fundo Newton e fundações de amparo à pesquisa, vai investir R$ 1,6 milhão em bolsas de estudo.

 “Essa parceria é referência para o Brasil e o mundo”, disse presidente da Fapeg, Maria Zaira Turchi

O governador Marconi Perillo parabenizou os 10 pesquisadores selecionados para a bolsa de Mestrado no Reino Unido, direcionada a grupos sub-representados na ciência, em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (18), no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Os contemplados são de Goiás (6), Paraíba (2) e Bahia (2). O Governo de Goiás, a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeg), o Fundo Newton, o British Council e as Fundações de Amparo à Pesquisa da Bahia e Paraíba vão investir cerca de R$ 1,6 milhão no projeto-piloto.
O mestrado tem como objetivo fortalecer a participação de grupos sub-representados (minorias étnicas e pesquisadores de ciência e inovação no Brasil) no meio científico, além de influenciar políticas inclusivas. “Essa parceria é referência para o Brasil e o mundo. O apoio do governador Marconi Perillo à pesquisa está gerando frutos nas áreas da educação, ciência e inclusão social”, salientou a presidente da Fapeg, Maria Zaira Turchi. Marconi agradeceu os representantes das universidades e instituições de pesquisa “pela convergência de esforços, de ações e de iniciativas”, que visam contemplar a diversidade e a inclusão através da ciência.

A iniciativa visa também apoiar o ambiente científico e de inovação no Brasil. “Nós estamos celebrando nesse dia o florescimento, o amadurecimento e a existência das nossas Fundações de Amparo à Pesquisa”, disse o governador, ao lembrar que a Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás foi criada em 2005.

O valor da bolsa individual é de até 40 mil Libras, totalizando 400 mil Libras, o equivalente R$ 1,6 milhão, com financiamento das Fundações de Amparo à Pesquisa e o Fundo Newton. “Como mulher negra eu quero ressaltar que esse curso é muito importante para adquirirmos conhecimento e darmos mais visibilidade às mulheres, em especial as negras. Eu estou numa posição privilegiada, mas não posso, jamais, me esquecer de onde eu vim, e onde quero chegar”, declarou a bolsista Maria das Neves Jardim de Deus, formada em Letras.
O programa será realizado em quatro fases: curso de inglês e preparação para o exame IELTS no Brasil; curso de inglês no Reino Unido; mestrado no Reino Unido; e atividades de disseminação de impacto. “Eu quero agradecer ao governador Marconi Perillo por sua atitude de valorização da ciência, porque sua iniciativa vai culminar em desenvolvimento econômico e social para o nosso país”, lembrou o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia, Lázaro Cunha.

Contemplada entre os seis candidatos que serão co-financiados pela Fapeg, em Goiás, Ayanda Dantas Silva acredita que essa formação deverá contribuir mais ainda à sua carreira e ao trabalho que pretende desenvolver no futuro. “É um projeto bastante inspirador. Penso que não vou agregar apenas o conhecimento para mim, mas também para as futuras gerações e para esse investimento em ciência e em pesquisa. Já fui em um projeto de intercâmbio pelo Ciência Sem Fronteiras e, agora, com essa ação, acredito que poderei evoluir ainda mais esse conhecimento e ir além”, salientou.

Essa inspiração também é compartilhada pela bolsista Kivia Vieira, contemplada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). “Estou muito animada, porque nunca havia pensado que eu pudesse desenvolver determinadas ferramentas e agora sei que terei o apoio e oportunidade com essa bolsa. Vou ter contato com profissionais maravilhosos que vão contribuir muito para minha carreira acadêmica e tenho certeza que a minha pesquisa vai ser importantíssima para o conhecimento científico”, acrescentou. Kivia, que é da área de Geologia, também alertou para a participação da mulher na pesquisa na área de Exatas e da Terra. “Geralmente, a participação da mulher nessas áreas não é comum. No entanto, essa representação vem crescendo e me sinto orgulhosa por fazer parte dessa ação afirmativa, para poder mostrar para minhas colegas que somos capazes, que podemos fazer o que quisermos e contribuir muito para a ciência”, completou.



British Council

O British Coucil é uma organização internacional do Reino Unido que busca estabelecer a troca de experiências e intercâmbio de conhecimento nos mais de 100 países em que está presente. “Esse número de beneficiados é simbólico, mas demonstra esforço para suprir uma lacuna que existe no meio científico. Queremos ampliar esse projeto-piloto e dizer que essa é a oportunidade dos contemplados estudarem nas melhores universidades do mundo, em contato com gente do mundo inteiro”, pontuou o diretor do British Council no Brasil, Martin Dowle, que lembrou ainda que 32 universidades britânicas vão oferecer hospedagem aos pesquisadores.



Fundo Newton

Lançado no Brasil pelo ministro das Finanças britânico, George Osbourne, em 2014, o Fundo Newton de fomento à pesquisa e inovação em países emergente investirá 735 milhões de Libras em 15 países. No Brasil, devem ser investidos, até 2021, 45 milhões de Libras. O fundo é parte do compromisso do Reino Unido em promover iniciativas que fortaleçam o desenvolvimento social e econômico de países emergentes.