Ministério Agricultura

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Atlético-GO Morre na Praia

Deu tudo certo para o Atlético nos outros jogos, assim como em toda arrancada final do clube na Série B. Faltou só a parte dele. O Dragão até que lutou, mas foi derrotado pelo Santa Cruz, por 3 x 2, ontem, no Serra Dourada. Com a derrota, o time atleticano não conseguiu o acesso e terá de disputar a Segunda Divisão mais uma vez na próxima temporada.
A improvável vitória do Icasa-CE sobre o Boa Esporte aconteceu, o Avaí venceu o Vasco, por apenas 1 x 0, o Dragão só precisava vencer sua partida. Mas o time goiano tropeçou nas próprias pernas e adiou o sonho de jogar mais uma vez a elite do futebol brasileiro. Com o resultado, o Atlético fechou a competição com 59 pontos na sétima colocação.
O Dragão até que sentiu o sabor da Série A por seis minutos, mas sofreu a virada ainda no início do segundo tempo. A luta pelo acesso foi até o último minuto. Josimar empatou, aos 44 minutos, mas o Atlético não conseguiu marcar o terceiro e sofreu o golpe fatal nos acréscimos.
O JOGO
Precisando da vitória, o Atlético tomou a iniciativa ofensiva logo nos primeiros lances do jogo e finalizou de cabeça com Jorginho. Atenta, a torcida atleticana chegou a comemorar o gol do Icasa-CE sobre o Boa Esporte, mas o tento do time cearense foi anulado.
Apesar do ímpeto inicial, o Dragão não conseguia impor um ritmo de pressão no ataque e o jogo era lento. O Santa Cruz esperava um lance fortuito para abrir o placar. Em cobrança de falta, aos 23 minutos, Alberto acertou um petardo e a bola explodiu no travessão. Márcio ficou só na torcida.
Os placares dos outros jogos iam se movimentando e a angústia começava a tomar conta do Serra Dourada. O Dragão precisava vencer de qualquer maneira. Os jogadores rubro-negros mostravam apreensão. O jogo foi para o intervalo com o placar inalterado. O zagueiro Paulo Henrique pediu para o time voltar “mordendo” mais.
O Dragão voltou com mais apetite para o segundo tempo e abriu o placar antes dos dois minutos. Primão lançou do círculo central e encontrou Kayke entrando pelas costas da defesa. Esperto, o atacante ajeitou de cabeça para o meio da área e encontrou Júnior Viçosa livre. O camisa nove apenas escorou para as redes. O gol colocava o Atlético momentaneamente na Série A.
Em poucos minutos, o sonho virou pesadelo. Aproveitando o cochilo do sistema de defesa do Dragão, Léo Gamalho marcou dois gols em dez minutos e virou a partida. No primeiro, Keno fez jogada rápida e rolou com açúcar para o centroavante. Depois, Keno chutou cruzado e Márcio rebateu. Gamalho empurrou para o fundo do gol.
Aflito com a virada, o Atlético foi para cima de qualquer jeito. O técnico Wagner Lopes colocou Diogo Campos, André Luís e Josimar em campo. O time ficou muito ofensivo, mas não conseguia incomodar o goleiro Fred.
Aos 44 minutos, em bola alçada na área, e escorada para o meio da área. Josimar na pequena área completou de cabeça. Era o gol da esperança do torcedor atleticano. O Dragão foi com tudo para o ataque e não conseguiu o gol. O Santa aproveitou e matou o jogo aos 49 minutos com Emerson.

Nenhum comentário: