Ministério Agricultura

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Repórter e Cinegrafista da TV Bandeirantes Morrem em Acidente



Caminhão atingiu comboio e matou repórter e cinegrafista Crédito: Mauro Schaefer

Caminhão atingiu comboio e matou repórter e cinegrafista 
Crédito: Mauro Schaefer

Um caminhão desgovernado atingiu, na manhã desta sexta-feira, o carro de uma equipe de reportagem da TV Bandeirantes de Porto Alegre e matou duas pessoas na ERS 122, na Serra. Os mortos são o repórter Enildo Paulo Pereira, o "Paulão", e o cinegrafista Ezequiel Barbosa. O acidente ocorreu no Km 47 da rodovia, no local conhecido como "Curva da Morte", em Farroupilha. 
Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o caminhão, carregado com laranjas, atingiu três veículos da Polícia Civil e três carros de equipes de reportagem. O número de feridos chega a sete – dois policiais e cinco profissionais da imprensa, mas ninguém em estado grave. Os jornalistas acompanhavam comboio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil que se dirigia para operação na Serra. 
O comboio era formado por 30 carros, tanto da Polícia Civil quanto da imprensa, e liderado por três viaturas, das quais duas foram atingidas. A cerca de um quilômetro da colisão, o motorista teria perdido os freios e tentava evitar um acidente. Na "Curva da Morte", porém, ele conseguiu desviar de um carro que trafegava na frente, mas invadiu a pista contrária no sentido Capital-Serra, colidindo frontalmente contra o automóvel da TV Bandeirantes e envolvendo outros veículos no engavetamento.
A Polícia Civil, os bombeiros, a Brigada Militar e a perícia utilizaram uma motosserra para remover os corpos das ferragens. A estrada ficou interrompida em ambos os sentidos por mais de cinco horas. Os motoristas foram orientados a evitar o trecho. 
Mais de 20 pessoas já teriam perdido a vida no local apenas este ano, a maioria em atropelamentos. A vistoria do caminhão estaria em dia, mas apesar disso a polícia avalia indiciar o condutor por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.



Anderson Samuel Belmonte Alves, motorista do Diário Gaúcho;
Cid Martins, repórter da Rádio Gaúcha;
Eduardo Torres, repórter do Diário Gaúcho;
Luciano Costa, polical;
Luciano Dias, policial;
Lúcio Pereira de Moraes, motorista da Rádio Gaúcha; 
Marcelo Oliveira, fotógrafo do Diário Gaúcho.


Correio do Povo

Nenhum comentário: